EXECUTIVO   |   Administração Municipal e entidades dão sequência ao processo de desenvolvimento do Pacto Social pelo Emprego
04/12/2014 - 18:36:12

[Foto: O prefeito Zezinho Gimenez e o secretário de Indústria e Comércio, Carlos Roberto Liboni, conduzem reunião com membros do Grupo de Trabalho pelo Emprego e representantes de planos de saúde / crédito: Adilson Lopez]

O Grupo de Trabalho pelo Emprego, formado por representantes da Administração Municipal de Sertãozinho e diversas entidades de classes ligadas ao setor trabalhista e industrial, têm dado continuidade ao processo de desenvolvimento do Pacto Social pelo Emprego, que visa mobilizar os diversos segmentos da sociedade para os efeitos negativos que a crise econômica vem causando aos setores sucroenergético e metalúrgico, no município de Sertãozinho.

De acordo com o secretário municipal de Indústria e Comércio, Carlos Roberto Liboni, o momento é de conquistar a adesão de setores importantes para a assertividade das ações de enfrentamento da crise. “Estamos formatando o Pacto Social por etapas. Nos últimos dias, o Grupo de Trabalho se reuniu com representantes dos segmentos de supermercados, planos de saúde, bancos e empresários, com o intuito de apresentar propostas e viabilizar a elaboração e execução de planos de ação nessas áreas. É preciso ter em mente que, para o Pacto se tornar realidade, é preciso somar forças e ações, e até agora, o resultado tem se mostrado satisfatório”, afirma.

Propostas
A proposta apresentada pelo Grupo de Trabalho aos representantes da área de supermercados, foi a viabilização de cestas básicas mais acessíveis, facilitando o acesso das famílias aos itens básicos da alimentação.

Os representantes dos planos de saúde se mostraram solidários às dificuldades apresentadas pelo Grupo e decidiram realizar um estudo para apresentação de um plano de ação, que evite a interrupção do atendimento aos beneficiários desempregados.

Do encontro realizado com lideranças dos bancos, veio a iniciativa da elaboração de medidas relativas aos créditos consignados.

“Em todos os encontros, percebemos a preocupação e disponibilidade dos representantes de tais segmentos, em auxiliarem na concretização do Pacto. Da articulação com os representantes das empresas, surgiram estudos para que as mesmas evitem as demissões em massa; assim como os trabalhadores se comprometeram a evitar quaisquer iniciativas que prejudiquem ainda mais a situação das empresas; lembrando que também estamos trabalhando no sentido de regularizar o funcionamento do Sindicato dos Metalúrgicos, que há tantos meses está sob intervenção”, pontua o secretário Carlos Liboni, que destaca: “sabemos que essas medidas são paliativas e que soluções definitivas dependem de um envolvimento de nível superior, com o Governo Federal, por exemplo; e é com esse objetivo que estamos estudando a realização de um Movimento Popular pelo Emprego, que sensibilize o Governo e o Poder Legislativo, para a situação das usinas e das indústrias metalúrgicas em nossa cidade e na região”.

Na próxima semana, o Grupo de Trabalho deve consolidar o plano para a realização do Movimento Popular pelo Emprego, que prevê a participação de representantes das indústrias, da classe trabalhadora e do poder público. “É preciso que deixemos claro que nós acreditamos na mudança deste cenário; somos otimistas em relação à retomada da produção sucroenergética e metalúrgica, e à geração de empregos. Toda essa mobilização que estamos articulando, se deve à atual conjuntura econômica em que se encontra o nosso país”, finalizou o prefeito Zezinho Gimenez.

(Assessoria de Comunicação PMS)



 
 
 
Todos os direitos reservados a Comunitária FM