SAÚDE   |   Obra da UPA de Sertãozinho é retomada
03/07/2014 - 19:57:07

Projeto de ampliação do prédio da unidade está em execução e serviços devem ser finalizados em setembro

A Unidade de Pronto Atendimento de Sertãozinho (UPA) está muito próxima de ser finalizada e de tornar-se mais um mecanismo que deve aprimorar, ainda mais, os atendimentos na área de saúde no município.

Retomada recentemente, em junho, desde então, a obra se baseia principalmente na execução do projeto de readequação do prédio, elaborado segundo as necessidades do município. “Em 2013, ao avaliar a possibilidade de retomada da obra da UPA, a atual Administração, por meio de um estudo elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde, que levou em conta a morbidade ambulatorial do município, identificou que a estrutura original da unidade não teria condições de atender adequadamente a demanda da cidade.

Dessa forma, apresentou-se uma proposta de readequação do projeto até então existente, redimensionando o prédio para atender às diretrizes e necessidades do município de forma adequada. Aguardamos que a proposta recebesse o parecer favorável do Ministério da Saúde que, depois disso, foi licitada e resultou na retomada da obra”, explica a secretária municipal de Saúde, Rita Montenegro.

O projeto de readequação, cujos serviços estão em plena execução, prevê a ampliação do prédio com a construção de quatro novos consultórios médicos e inserção dos serviços de atendimento odontológico; implantação de uma sala para distribuição de medicamentos para dispensação imediata e ampliação da recepção, em virtude da expansão dos serviços ofertados. Mas, de acordo com a Secretaria de Obras, os trabalhos vão um pouco além, englobando revisões em itens como esquadrias, redes hidráulica e elétrica, cobertura e pisos em geral, pintura, implantação de sistema de alarme, combate a incêndio e para-raios, vidros e paisagismo.

O investimento para finalização do prédio é da ordem de mais de R$ 1,6 milhão – recurso oriundo do próprio município e do Governo Federal. A empresa vencedora da licitação foi a Ser-Rio Construtora.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, haverá um ganho para a saúde do município com o início das atividades da UPA. “Certamente, a saúde do município sentirá os reflexos positivos da UPA, assim que ela entrar em funcionamento, pois teremos condições de centralizar determinados atendimentos, criando uma flexibilidade nas demandas das Unidades Básicas de Saúde, sempre priorizando a humanização e o acolhimento dos pacientes”, afirma Rita Montenegro.

A previsão é de que os serviços sejam finalizados em setembro.



 
 
 
Todos os direitos reservados a Comunitária FM