ESPORTE   |   Torcedor corintiano de Extrema batiza filho com o nome do clube
24/06/2014 - 10:28:17

[Foto: Pequeno Ravyer Corinthians já nasceu Fiel torcedor / Marcelo Braga]

Há quem diga que o sentimento que muitos torcedores nutrem pelo Corinthians é comparado ao amor que um pai tem pelo próprio filho. Pode parecer exagero, mas em Extrema, no sul de Minas Gerais, na cidade onde o elenco alvinegro faz um período de treinos preparativos para o Campeonato Brasileiro, essa afirmação não extrapola. Para o corintiano Luiz Fernando Ferreira, o amor pelo Timão é o amor de um pai por um filho.

Nascido em 7 de abril de 2014, o pequeno Ravyer Corinthians Gonçalves Ferreira ganhou dos pais o nome do clube que eles tanto amam. Torcedores fanáticos, daqueles que decoram toda a casa nas cores preta e branca, Luiz Fernando e Marissol Rayça Gonçalves Termistocles Ferreira realizaram o sonho de registrar o segundo filho com o nome do Timão.

Porque o primeiro, foi batizado como Reyvéter, em homenagem a Hebert Carlos Revetria, centroavante uruguaio que jogou pelo Cruzeiro nos anos 70 e era ídolo do avô do garoto, que nasceu em 2008. Agora, seis anos depois, o nome do segundo filho faz alusão ao clube dos pais e ao volante argentino Javier Mascherano, que atuou no Timão em 2005 e 2006.

- O Rey nasceu na época em que o Corinthians estava subindo para a Série A com o Mano Menezes. E como gostamos muito do clube, combinamos que se viesse mais um homem iríamos colocar o nome de Corinthians. Aí, lembramos da raça que o Mascherano sempre teve jogando pelo Corinthians e resolvemos homenageá-lo também - explicou o pai.

Também fanática, a mãe garante que em nenhum momento se opôs à ideia. Os amigos e os próprios funcionários do cartório da cidade, porém, não acharam tão normal assim...

- Eles olharam um para a cara do outro, perguntaram se a gente tinha certeza, mas aceitaram. Muita gente pensou que não iam deixar, mas autorizaram numa boa - conta Luiz Fernando.

Vereador em Extrema, Luis Fernando, abrirá nos próximos meses uma escolinha de futebol de cunho social em parceria com o Atlético-PR. Ainda nesta semana, tentará levar Ravyer até a porta do Hotel Fazenda das Amoreiras, onde o Timão está hospedado, para apresentar Corinthians aos jogadores.

- Corintiano nasce, não escolhe. Não tem chance de ele não ser corintiano quando crescer, tenho certeza - afirma o pai, confiante.

Corinthians - a equipe - segue treinando na cidade até o dia 26, quinta-feira, quando retornará a São Paulo.

As informações são do site Globo Esporte



 
MAIS FOTOS (Clique para ampliar)
 
                                                                 
           
 
 
Todos os direitos reservados a Comunitária FM