APROVADAS EM CONCURSO   |   Estado reprova mais duas professoras obesas
13/03/2014 - 12:10:41

As professoras Marley dos Santos de Moraes, 37 anos, e Maria Aparecida Lorenzetti da Silva, 53, de Itapevi (Grande SP), foram reprovadas na perícia médica do Estado por serem obesas.

Aprovadas no último concurso da Secretaria de Estado da Educação, cada uma delas pesa mais de cem quilos.

Marley tem109 kge1,59 m. Já Loren, como é conhecida Maria Aparecida, pesa115 kge tem1,65 mde altura.

Esse é o terceiro caso, neste ano, de professor reprovado para dar aulas no Estado por ser obeso.

A professora Bruna Giorjiani de Arruda, 28 anos, de São José do Rio Preto (438 kmda capital) também teve sua contratação negada. Ela pesa110 kge mede1,65 m.

Resposta
Reprovadas podem recorrer Em nota, o DPME (Departamento Médico de Perícias do Estado de São Paulo) disse que as professores reprovadas poderão recorrer da decisão.

O órgão afirmou ainda que a obesidade, por si só, não impede a contratação dos professores na rede estadual de ensino.

No entanto, o DPME ressalta que, no caso da obesidade mórbida, "faz-se necessária uma avaliação mais detalhada, dadas as doenças oportunistas". Obesidade mórbida é quando a divisão do peso pela altura dá mais de 40.

As informações são do site Agora SP



 
 
 
Todos os direitos reservados a Comunitária FM