PLANTÃO POLICIAL   |   Marceneiro é preso em Sertãozinho com arsenal escondido em casa
13/02/2014 - 16:35:44

[Foto: PM encontrou arsenal de armas na casa do marceneiro, em Sertãozinho / CRÉDITO: CÉSAR TADEU)

Homem mantinha metralhadora, fuzil, revólveres e munições. Segundo a polícia, ele já tinha passagens por porte e posse ilegal de armas.

Um homem foi preso em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, na noite de quarta-feira (12), em Sertãozinho. Na casa dele, no bairro Jardim Helena, a Polícia Militar encontrou revólveres, metralhadora, fuzil e munições.


O suspeito foi levado para a cadeia de Jaboticabal (SP). A mulher dele também foi ouvida na delegacia e liberada em seguida. O homem levantou suspeita quando dirigia um carro pelo bairro e não obedeceu a uma ordem de parada dada por policiais militares que faziam uma ronda pela região. Houve perseguição por algumas ruas e o carro do suspeito, que é marceneiro, foi parado. Dentro do veículo foi encontrada uma caixa com várias munições para arma de grosso calibre.

Os policiais foram até a casa do marceneiro e encontraram várias armas no imóvel. Um fuzil de uso restrito do Exército estava escondido em um fundo falso na cama dele e uma metralhadora estava escondida no fundo de um rack.

A PM também apreendeu uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, um revólver 32, munições para todas as armas, galões com pólvora e duas facas.

Segundo o sargento da PM Adriano Guidugli, os policiais tiveram que desmontar a cama e o rack para retirar as armas que estavam escondidas nos móveis.

"Um policial nosso pensou que poderia haver algo escondido nos móveis porque sabia que o suspeito era marceneiro. E eram móveis muito bem construídos, não levantavam suspeitas. Se você apenas tocasse neles não perceberia algo errado. Tivemos que abrir e tirar as rodinhas", disse.

O sargento contou ainda que o marceneiro já era conhecido nos meios policiais e tinha passagens pelos mesmos crimes. "O fuzil ele assumiu ser dele. A metralhadora e as outras armas ele disse que não são dele, mas também não explicou a procedência. Ele inclusive já fez até curso para atirar, se interessava por esse meio", concluiu.

A mulher do marceneiro estava na casa quando os policiais militares prenderam o suspeito. Ela também foi levada para a delegacia, ouvida e liberada.

As informações são do site G1



 
 
 
Todos os direitos reservados a Comunitária FM