ESPORTE   |   Ministério Público entra com recurso para condenar Sheik por contrabando
14/11/2013 - 03:53:32

[Foto: Luciano André]

Em agosto deste ano, o atacante do Corinthians, Emerson Sheik, foi absolvido pela Justiça Federal no processo em que é acusado de contrabando de veículo e lavagem de dinheiro. Porém, o processo sofreu um revés nesta semana no Tribunal Regional Federal da 2ª Região do Rio de Janeiro. O Ministério Público Federal recorreu da decisão, tentando novamente condenar o corintiano.

Segundo o advogado do jogador, Ricardo Cerqueira, o caso ainda não foi a julgamento, mas entre a tarde de segunda-feira e a manhã desta quarta-feira, o MPF levantou novos motivos para condenar Emerson e entrou com um recurso. O processo, então, foi revisto pelo Tribunal Regional do Rio de Janeiro. Se condenado, o atacante pode pegar de um a quatro anos de prisão.

Em 2012, o Ministério Público denunciou Sheik, cujo nome que consta no processo é Marcio Passos de Albuquerque, por contrabando e lavagem de dinheiro na aquisição de um veículo de luxo importado dos Estados Unidos. Os carros, da montadora BMW, foram comprados em 2010.

No mesmo processo, o volante Diguinho, do Fluminense, que comprou de Emerson a BMW abaixo do valor de mercado, também foi denunciado pelo MPF. Como não estava em nenhum outro processo judicial, foi concedida ao jogador uma suspensão da condenação, apenas exigindo que o atleta não se ausentasse do país sem autorização. Na sentença, disponível no site da Justiça Federal, o juiz conclui que não há provas para condenar o jogador. Diguinho chegou a entrar na Justiça com ação contra Sheik por importação irregular de veículo.



 
 
 
Todos os direitos reservados a Comunitária FM