POLÍTICA   |   Vereadores eleitos em Sertãozinho são sabatinados pela internet
18/01/2013 - 14:59:28

Foto: Propostas: membros do grupo buscam conhecer parlamentares
(reprodução / Facebook)


Pelo menos 800 pessoas já fazem parte do grupo no Facebook, que pretende sabatinar todos os vereadores

O grupo "Sertãozinho de Verdade", criado no site Facebook por um advogado da cidade, está fazendo sucesso entre a população devido a uma novidade: por meio das postagens são feitos semanalmente debates entre os membros do grupo e os vereadores.

Além das sabatinas online, o grupo também é um meio de comunicação onde os moradores de Sertãozinho podem postar reclamações e sugestões e, tanto o poder Executivo como o Legislativo, tem espaço para responder.

O idealizador do grupo, que já conta com quase 800 membros, o advogado Leonardo Borges, não pertence a nenhum partido político da cidade. Segundo ele, a ideia da página não é ser oposição e nem situação.

"Não temos interesses partidários, portanto, o objetivo do grupo é politizar os membros e ser parceiro da administração no sentido de melhorias para a cidade", diz.

Os debates ocorrem toda quarta-feira, a partir das 19h. As regras seguem os modelos de debates da tevê. "Cada membro do grupo tem direito a uma pergunta e uma réplica, e o convidado fica com a resposta e tréplica", explica.

O vereador Lúcio Martins de Freitas, o Lúcio da Rádio (PR), foi o primeiro vereador a ser sabatinado. "Achei muito interessante e para mim foi inédito participar de um debate pelo Facebook. Desde que o grupo seja sempre usado como uma ferramenta democrática, eu apoio, porque a internet é um meio de comunicação mais ágil", fala o vereador que está há 20 anos na política.

Anteontem foi a vez de Agnaldo Bonfim de Souza (PSDB) e mais três parlamentares já estão agendados. A intenção é realizar o debate com os 17 vereadores e também com secretário do Executivo e o prefeito Zezinho Gimenez (PSDB).

Criação foi após eleição
O perfil de debater ideias e não de promoção política fica claro quando se observado quando a página foi criada. O grupo "Sertãozinho de Verdade" nasceu após as eleições municipais. Dele só participa quem é aprovado pelos moderadores. "O grupo não é aberto e fazemos uma espécie de triagem para evitar a participação de pessoas que se escondem em falsos perfis, o que aconteceu muito em outros grupos da cidade", diz o advogado Leonardo Borges.

O cuidado também é dedicado na verificação das postagens dos membros, qualquer conteúdo que falte com respeito dentro do grupo leva um cartão amarelo pela primeira vez e vermelho pela segunda, sendo assim o usuário expulso da página.

As informações são do site A Cidade



 
 
 
Todos os direitos reservados a Comunitária FM